Introdução ao verbo poder

A Palavra “poder” tem significado de possibilidade, quando falamos que o ser humano ele pode realizar algo significa que ele tem a opção de realizar ou não realizar, ou seja, uma atitude opcional, discricionário ou livre-arbítrio.

Um exemplo muito simples é a atitude de namorar, uma determinada pessoa pode escolher entre namorar ou não namorar, pois a atitude de namorar exige uma atitude voluntária, senão é tudo menos namoro.

Segundo exemplo, é a atitude de aceitar a Cristo, note o que Ele falou no santo evangelho segundo Mateus Cap.16 vers.24,

“Então, disse Jesus aos discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sobre si sua cruz e siga-me.”

Podemos perceber entre outras questões, a ideia de possibilidade do ser humano em aceitar ou não seguir Jesus.

É inegável que naturalmente o ser humano tem o ato de poder julgar, seja como uma atitude simples do cotidiano ou uma atitude que a consequência deve impactar a história de determinada pessoa ou grupo, neste último é um caso complexo e rotineiro na atualidade. Quando falamos em julgar estamos falando em escolha, entre absolver ou condenar. Nem sempre poder julgar significa condenar ou absolver, e sim um ato de escolha entre as duas ações, sempre aderindo a melhor escolha diante da percepção. Podemos notar claramente a definição entre condenar e absolver quando no Santo Evangelho segundo Lucas Cap. 9 vers. 56 está escrito

“Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas do mundo, mas salvá-las.”

Observe atentamente o versículo que diz claramente que não é a finalidade de Cristo destruir as almas do mundo, e sim salvar.

O poder em seu sentido amplo remete a possibilidade e o verbo jugar em seu sentido amplo é escolha. Então o poder de julgar é uma possibilidade de escolha. Agora, quando a escolha é vinculada, ordenada isso se denomina de dever, que é outro verbo de ação. Um exemplo é o dever doméstico, dever do cidadão…

Existe uma diferença básica entre o poder (possibilidade) e dever (obrigação) esses dois verbos são distintos os seus significados. Exemplo nem todo o mundo que tem carro andam de carro o tempo todo, se uma pessoa realiza uma visita a sua mãe em seu bairro, não necessariamente vai se desloca de carro, ela poderá ir a pé ou de carro, é preferência. Agora, se a mãe mora em outra cidade, ela deverá ir com o seu carro, pois a decisão foi vinculada pelo motivo da distância. Vamos lembrar agora do texto já citado no

Santo evangelho segundo Mateus Cap.16 vers.24, “Então, disse Jesus aos discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sobre si sua cruz e siga-me.”

Note que se alguém que teve a possibilidade (poder) e escolheu (julgou) a seguir a Cristo, deve (vinculação) renunciar a si mesmo, tomar sobre si sua cruz e siga a Ele. São três ações que foram postas aos seguidores de Cristo, que tiveram a possibilidade de aceitar, que foi o momento, em segundo escolheu a Cristo como seu único e suficiente Salvador e naturalmente segue os ensinos que Ele implantou no mundo, tudo isso como um dever de ser seguidor de Cristo.

Outra diferença muito importante está entre o poder e o fazer. O verbo fazer, em sentido amplo, remete a ideia de realizar. Exemplo, o ser humano pode caminhar? Claro que sim, se tive as duas pernas. Mas é certo que o ser humano irá se deslocar apenas caminhando? Não! Note que ele pode caminhar, mas não será a única realização de deslocamento. Ele pode também dirigir, ser passageiro… Nem tudo o que pode se faz como nem todo o poder significa dever são verbos distintos com o conceito distinto.

É interessante, contudo, notar que o poder está no cotidiano das pessoas, pois é uma característica que própria vida traz. Nesse sentido o dever com a sua causa e consequência irá nortear essa possibilidade, dando a opção ao ser humano de realizar ou não determinada coisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s