Não é pecado ser tentado, mas, sim, ceder o pecado.

A palavra de hoje está escrita na Epístola aos Hebreus Cap.4 vers.15 .:

“Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado”

Hb 4.15

Comentário do trecho: “Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas”

O escritor de Hebreus dialoga com os seus leitores a respeito da Antiga Aliança realizada por Moises e interpretada ao longo dos séculos pelos profetas antigos. Como participantes da Nova Aliança não temos um sumo sacerdote, em caráter sanguíneo ou de tradição família como era o acordado na Antiga Aliança. O trecho demostra que não temos um humano mortal que possa assumir as características, as funções, as obrigações de um sumo sacerdote que realmente compreenda a dimensão da Batalha Espiritual. Aliás, nenhum homem comum poderia ou poderá compreender a total dimensão desta Batalha. Ou seja, não existe um homem comum que possa realmente compadecer-se das nossas falhas. Note que o verbo “compadecer-se” está indicado um sujeito reflexivo, ou seja, o sujeito prática e sofre alguma ação. Segundo a Antiga Aliança, a figura do sumo sacerdote é vista como ápice da pirâmide eclesiástica. Mas como vimos em lições anteriores, a ação deles figurava a presença, a existência e a profecia de que Cristo é o único que poderia assumir realmente essa posição. Pois muitos sumo sacerdotes ao longo da história se corromperão demonstrado as diversas limitações do homem natural.

Comentário do trecho: “porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.”

Aqui está a tese do Título deste artigo opinativo, Cristo é o nosso único e suficiente sumo sacerdote. Cristo foi tentado diversas vezes e oportunidades mas não cedeu ao pecado, nunca praticou um ato de maldade, perversidade ou qualquer atitude negativa. Neste sentido, podemos compreender que apenas Ele pode “compadecer-se” de nós. Muitas pessoas em suas mentes não aceitam de maneira nenhuma ser tentadas! Até parece que no mundo onde vivemos isto é uma opção pessoal! Muitos caem no pecado e dizem cair porque foram tentados! Mas esquece que não é apenas ele que é tentado no mundo, e sim todos nos diariamente. Todos somos tentados, mas nem todos deve ceder a tentação. E uma escolha e atitude diante do mundo de múltiplas calamidades simultâneas. A tentação não é privilegio para ninguém. Cristo veio ao mundo e permitiu que fosse tentado, Ele se permitiu que alguém o chicoteasse, Ele se permitiu que muitos caluniasse, Ele se permitiu vencer cada tentação proposta. Como Deus, Ele se comportou como humano, que teve tentações como todos, mas escolheu não ceder nenhuma delas. Um ladrão ao lado de Jesus, ainda usou a boca perante a própria morte e disse: – “Se tu és o Cristo, salva a ti mesmo” mas ele decidiu morre, mesmo que por um período muito curto. Mas Ele Decidiu morrer do mesmo jeito que Ele decidiu ressuscitar ao terceiro dia. E até hoje assume a postura de um verdadeiro e único sumo sacerdote.

A paz do Senhor,
Que Deus abençoe,
Maykon Carlos De Oliveira Siqueira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s