A nossa autoridade sobre a força do mal vem de Jesus.

Vamos trazer para você as diferentes versões bíblicas sobre o versículo que se encontra no Santo Evangelho segundo escreveu o médico Lucas Capitulo 10 e versículo 19:

Na Nova Tradução da Linguagem de Hoje (NTLH):
“Escutem! Eu dei a vocês poder para pisar cobras e escorpiões e para, sem sofrer nenhum mal, vencer a força do inimigo.”

Na Nova Bíblia Viva (NBV):
” Eu lhes dei autoridade sobre as forças do inimigo para pisar em serpentes e escorpiões! Nada fará mal a vocês!”

Na Almeida Revista e Corrigida (ARC):
“Eis que vos dou poder para pisar serpentes, e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada fará dano algum.”

Comentário do Trecho “Eis que vos dou poder para pisar serpentes, e escorpiões, e toda a força do inimigo”

Cristo garante que nos dá poder para desmontar toda a força do inimigo. Mas pense comigo: O que é necessário para que uma pessoa com total saúde pisar no solo? Tenho certeza que apenas basta querer e fazer isso. Cristo disse: “Eis que vos dou poder”. A pergunta é: O que estamos fazendo com o poder que Cristo se esforçou para entregar a toda a humanidade? Fazendo Guerra entre si? Cultivando ódio, magoa e rancor? Cristo realmente realizou a sua parte, mas e nós? Estamos pisando em serpentes? Estamos pisando nos escorpiões? Ou deixando o quê é realmente preciso ser feito para realizar discursões sem proposito, sem resultado e sem Deus. Cristo garante a nossa vitória, mas estamos dispostos a vencer? Jesus afirma ainda mais “Toda a força do inimigo”, mas será que vemos o inimigo como ele realmente é ou transformando o inimigo como o nosso amigo? Esse amigo (que é o inimigo) incita o ódio, a contenta, a falta de sabedoria, libertinagem etc. Quem realmente deseja vencer satanás? Pois ferir o seu irmão próximo por conta de uma raiva, é fácil. Troca tudo em torno de prazer, é fácil. O inimigo de nossas almas aprisiona em uma gaiola confortável, mas um dia a porta se fecha. Diante dessa situação Jesus disse: “Eu vos dou”. Afinal, o quê estamos fazendo com essa dadiva? Estamos batalhando contra ele (o inimigo)?

Comentário do trecho: “e nada fará dano algum”

Essa é a única batalha, que não precisa de violência, terror e desespero. Não precisamos humilhar nenhum ser humano. Não é necessário posse de arma de fogo. Tudo isso causa um dano no próprio ser humano. E na Batalha Espiritual não precisamos utilizar os punhos, o quê realmente precisamos é confiar em Deus, utilizar as suas armaduras (algum lugar escrito em Efésios 6). O principal esforço é ser submisso a Deus, pois um soldado insubordinado não fica em nenhum exercito, e também resistir ao Diabo, afinal, ele sim e o nosso maior inimigo comum de todos nós. Nesta Batalha temos que seguir e construir um caminho de paz, liberdade, amor, gozo, fé, mansidão, temperança, bondade, benignidade e longanimidade. Note que essas coisas não faz dano algum! Muito pelo contrário, o ser humano descobre o melhor si para a honrar e a glória de Deus.

A paz do Senhor Jesus,
Que Deus abençoe,
Maykon Carlos De Oliveira Siqueira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s